Vendendo opções de venda antes do vencimento

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • FinMax
    FinMax

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • Binomo
    Binomo

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Opções: Risco nas opções de venda

O risco para quem vende uma opção é muito maior do que o risco de quem compra. Quem vende uma opção busca lucrar com o valor do prêmio e espera não ser exercido pelo titular (comprador), pois se este resolver exercer o seu direito, o vendedor tem a obrigação de cumprir com a sua parte no acordo.

No mercado de opções, o vendedor está sempre especulando, seja vendendo uma opção de compra, seja vendendo uma opção de venda. O vendedor aposta que o mercado seguirá determinada tendência e recebe em troca um pequeno valor de prêmio. O problema é que em troca deste pequeno prêmio, o vendedor assume o risco de assumir uma grande obrigação. O risco do vendedor está atrelado à negociação do ativo-objeto em uma condição de mercado contrária à sua aposta inicial. O valor de negociação do ativo-objeto é sempre muito maior do que o valor prêmio recebido.

Qual o risco para quem vende uma opção de compra?

Quem vende uma opção de compra recebe no ato da transação um valor monetário (prêmio), porém assume a obrigação de vender o ativo-objeto do contrato para o investidor que adquiriu a opção. O vendedor (lançador) da opção aposta que a cotação do ativo-objeto no mercado irá se desvalorizar durante o prazo de vigência deste contrato.

O risco reside exatamente neste ponto: a cotação do ativo-objeto da opção pode valorizar-se até a data de vencimento do contrato. Caso isso ocorra, será muito provável que o titular da opção exerça o seu direito de compra do ativo-objeto.

O problema é que esta transação ocorrerá em um momento de mercado desfavorável ao vendedor. O vendedor apostou na queda da cotação do ativo-objeto e aceitou assumir a obrigação de vendê-lo ao comprador, recebendo um valor pré-determinado, independente de sua cotação de mercado. O vendedor terá que vender os ativos de sua propriedade, recebendo em troca, um valor muito menor do que se vendesse diretamente ao mercado.

Para livrar-se de tal obrigação, o vendedor teria que comprar opções da mesma série dos contratos que vendeu no mercado, entretanto, diante de tal cenário de alta do ativo-objeto, pagaria um valor de prêmio muito maior do que o valor que recebeu anteriormente.

Lembre-se que no caso da opção de compra, o titular da opção não precisa esperar até o dia do vencimento para exercer o seu direito.

Exemplo

Digamos que a ação do banco Bradesco esteja sendo cotada a R$ 30,00 em 1 de Agosto e a opção de compra desta ação, com preço de exercício de R$ 32,00 e vencimento em 22 de Agosto, esteja sendo negociada a R$ 0,96 (prêmio). Opções são sempre negociadas em lotes de 100 contratos, portanto ao vender um lote dessas opções você receberia R$ 96,00 (= 100 x R$ 0,96). Este valor não considera a tributação de imposto de renda obrigatória.

Após duas semanas, a ação passou a ser cotada a R$ 34,00. Como a cotação da ação ultrapassou o preço de exercício da opção (R$ 32,00), esta também se valorizou e passou a ser negociada a R$ 2,85. O lote de opções passou a valer R$ 285,00 (= 100 x R$ 2,85). Isso representa um prejuízo de quase 200% em apenas 2 semanas, contra uma valorização pouco maior de 10% da ação.

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • FinMax
    FinMax

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • Binomo
    Binomo

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Faltando poucos dias para a data de vencimento das opções de Agosto, dificilmente este cenário será revertido. Dificilmente o titular da opção deixará de exercer o seu direito de compra, uma vez que este poderá comprar as ações de Bradesco à R$ 32,00 e revendê-las à R$ 34,00. Neste caso, o vendedor tem apenas duas alternativas: comprar a mesma quantidade de BBDCH32 no mercado, pagando um valor muito maior do que recebeu por vendê-las anteriormente (R$ 285,00 x R$ 96,00 = Prejuízo de R$ 189,00); ou vender as suas ações por R$ 32,00 cada (total = R$ 3.200,00), quando poderia estar vendendo diretamente ao mercado por R$ 34,00 (total = R$ 3.400,00).

O risco do vendedor poderia ser muito maior caso este não possuísse os ativos objeto. Este é o caso da venda à descoberto de opções de compra, quando o investidor recebe o valor do prêmio em troca de uma obrigação de vender ativos que não detém. Utilizando o exemplo acima, para receber um prêmio de R$ 96,00, o vendedor assumiu um risco de mais de R$ 32.000,00.

Qual o risco para quem vende uma opção de venda?

Quem vende uma opção de venda recebe no ato da transação um valor monetário (prêmio), porém assume a obrigação de comprar o ativo-objeto do investidor que adquiriu a opção. O vendedor (lançador) da opção aposta que a cotação do ativo-objeto no mercado irá se valorizar durante o prazo de vigência deste contrato.

O risco reside exatamente neste ponto: a cotação do ativo-objeto da opção pode desvalorizar-se até a data de vencimento do contrato. Caso isso ocorra, será muito provável que o titular da opção exerça o seu direito de venda do ativo-objeto.

O problema é que esta transação ocorrerá em um momento de mercado desfavorável ao vendedor. O vendedor apostou na alta da cotação do ativo-objeto e aceitou assumir a obrigação de comprá-lo do comprador, pagando um valor pré-determinado, independente de sua cotação de mercado. O vendedor terá que pagar um valor muito maior do que se comprasse diretamente do mercado.

Para livrar-se de tal obrigação, o vendedor teria que comprar opções da mesma série dos contratos que vendeu no mercado, entretanto, diante de tal cenário de baixa do ativo-objeto, pagaria um valor de prêmio muito maior do que o valor que recebeu anteriormente.

Lembre-se que no caso da opção de venda, o titular da opção precisa esperar até o dia do vencimento para exercer o seu direito.

Exemplo

Digamos que a ação do banco Bradesco esteja sendo cotada a R$ 30,00 em 1 de Agosto e a opção de venda desta ação, com preço de exercício de R$ 28,00 e vencimento em 22 de Agosto, esteja sendo negociada a R$ 0,80 (prêmio). Opções são sempre negociadas em lotes de 100 contratos, portanto, ao vender um lote dessas opções você receberia R$ 80,00 (= 100 x R$ 0,80). Este valor não considera a tributação de imposto de renda obrigatória.

Após duas semanas, a ação passou a ser cotada a R$ 26,00. Como a cotação da ação englobou o preço de exercício da opção (R$ 28,00), esta se valorizou e passou a ser negociada a R$ 2,75. O lote de opções passou a valer R$ 275,00 (= 100 x R$ 2,75). Isso representa um prejuízo de quase 250% em apenas 2 semanas.

Faltando poucos dias para a data de vencimento das opções de Agosto, dificilmente este cenário será revertido. Recomprando a opção de venda no mercado, o investidor pagará R$ 275,00 contra os R$ 80,00 recebidos anteriormente. Se decidir aguardar por uma melhora do cenário até o dia do vencimento das opções, correrá o risco de ser exercido e ter que comprar as ações de Bradesco a R$ 2.800,00 (= 100 x R$ 28,00) quando poderia comprá-las diretamente do mercado pagando apenas R$ 2.600,00 (= 100 x R$ 26,00).

Opções estão cada vez mais baratas duas semanas antes do vencimento; veja melhores estratégias

Mercado em acumulação traz boas oportunidades para os investidores, aponta Luiz Fernando Roxo

SÃO PAULO – O vencimento de opções sobre ações será em 21 de outubro e, com um ambiente do mercado apontando continuidade do ciclo de acumulação (que antecipam momentos de alta para ativos), várias oportunidades aparecem no mercado.

É o que aponta Luiz Fernando Roxo, gestor de investimentos, no programa “A Hora das Opções” desta segunda-feira (7), reforçando que as opções de ações estão cada vez mais baratas duas semanas antes do vencimento. Ele também mostra as melhores estratégias com “pozinhos” para investir nesse cenário.

A “estratégia dos pozinhos” consiste em se posicionar constantemente em opções bem fora do dinheiro (“out the money”), que dificilmente serão exercidas e estejam com um valor muito baixo, esperando uma valorização bastante considerável e gerando retornos expressivos.

A operação pode ocorrer tanto com put (opção de venda) ou call (opção de compra), vendendo-as após uma forte alta nos preços. Se isso não acontecer, elas “viram pó”, perdendo totalmente o seu valor.

A opção é um derivativo negociado na Bolsa de Valores. E como qualquer derivativo, seu preço “deriva” da oscilação do ativo ao qual ela se lastreia – no caso de uma opção de ação, o contrato varia de acordo com as oscilações desta ação na Bovespa.

Quem compra uma opção está adquirindo o “direito” de comprar ou vender alguma ação; já quem vende a opção tem a obrigação de atender a exigência daquele que comprou o contrato.

Ou seja: se você vendeu uma opção de compra e essa opção for exercida, você terá que vender essa ação ao detentor da opção pelo preço estabelecido; se você vendeu uma opção de venda e ela for exercida, você terá que comprar esta ação ao preço estabelecido.

Existem dois tipos de opções: de compra (call) e de venda (put). Quando um investidor compra uma “call”, ele está adquirindo o direito de comprar uma determinada ação a um preço já estabelecido (que é preço de exercício, ou “strike”) até um dia de vencimento já firmado. Para o investidor que compra uma “put”, ele está adquirindo o direito de vender uma ação até um dia determinado a um valor já estabelecido.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações

Exercício de opções: o que você precisa saber sobre essa operação

Dentre as muitas operações existentes na Bolsa de Valores, temos o exercício de opções.

O que é o exercício de opções?

Ao abordar o exercício de opções, um dos principais aspectos a serem considerados é o prazo de validade, visto que as opções podem expirar e deixar de compor a carteira do investidor.

O exercício de opções se dá quando o titular da opção detém o direito de comprar (call) ou vender (put) ativos, mediante o preço de exercício de opções em certa data.

O exercício de opções tem um horário pré-definido para ser realizado, conforme a BM&F Bovespa.

Vamos conhecer melhor esta operação e como utilizá-la de forma vantajosa.

Baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça os principais critérios para se analisar uma ação antes de investir!

Como funciona o exercício de opções?

Nas operações efetuadas na Bolsa, existem datas pré-determinadas para o vencimento de diferentes séries de opções. Trata-se das datas de exercício de opções.

Nas opções de compra de ações, o investidor adquire o ativo em uma data futura através de um preço pré-definido.

Existem, essencialmente, duas modalidades de compra ou venda de opções:

  1. Opções americanas: o direito de compra ou de venda pode ser exercido a qualquer momento, desde que até a data de vencimento do contrato;
  2. Opções europeias: o exercício pode se exercido apenas na data de vencimento da opção, ou seja, no prazo limite da opção.

O prazo limite ocorre na terceira segunda-feira do mês. É quando os titulares (comprados) da opção decidem se vão exercer o direito estabelecido no contrato.

Assim, o comprador pode escolher se vai exercer a opção que detém. Já o negociador que vendeu a opção (lançador) tem o dever de aceitar a decisão de quem está comprado.

Boa parte das operações no mercado financeiro são fechadas no dia do vencimento. Ou os investidores as deixam minguar, quer dizer, expirar.

Horário de exercício de opções

O exercício de opções tem um horário determinado.

De acordo com a B3, a posição das séries vincendas deve ser encerrada no último dia útil antes do vencimento das opções. Portanto, o exercício de posições titulares de tais séries deve ser realizado das 10h às 13h.

No dia do exercício (segunda-feira) não poderão ser negociadas séries que estiverem vencendo, sendo possível exercer apenas posições titulares (compradas).

Mas como saber se você deve ou não exercer o direito de compra ou venda das opções no mercado? Atente para o preço de exercício de opções.

Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

Exercendo o direito de comprar ou vender

Para decidir se vai exercer o direito de compra ou venda, você deve estar por dentro do preço de exercício de opções.

Preparamos algumas sugestões para ajudá-lo a decidir:

  • Caso a cotação da ação for condizente com o strike da opção em seu poder, é aconselhável exercer o direito de compra ou venda;
  • Para exercer o direito, você deve entrar em contato com sua corretora até as 13h da terceira segunda-feira do mês (evite deixar para a última hora), informando que vai exercer o direito sobre determinada call;
  • Para manter ações na carteira, você deve contar com o montante para a compra em sua conta em D+3. Caso não queira manter as ações, faça um daytrade, exercendo a opção, comprando a ação e em seguida colocando-a à venda;
  • Para decidir exercer ou não o direito, veja a cotação da ação subjacente e strike da opção na sua carteira. Strike inferior ao preço do mercado é vantajoso para o exercício. Já strike com preço maior que o de mercado não é bom indício;
  • Preste atenção aos custos da corretagem, que variam conforme a corretora. E considere-os ao decidir se vai exercer o direito de compra e venda.

Afinal, o exercício de opções dá aos negociadores o direito (sem obrigação) de exercer a compra ou venda de certo ativo em uma data futura, e, como todo derivativo, apresenta preços derivados de outros ativos subjacentes.

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • FinMax
    FinMax

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • Binomo
    Binomo

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Quanto você pode ganhar em opções binárias?
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: