Como lidar com as suas emoções (não só nos negócios)

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • FinMax
    FinMax

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • Binomo
    Binomo

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Como lidar com as suas emoções (não só nos negócios)

As nossas emoções nos acompanham ao longo da vida e são consideradas uma das características típicas do ser humano. No entanto, é útil saber como controlar essas emoções, e não apenas nos negócios. Não espere nenhum conselho geral neste artigo, mas sim dicas específicas sobre como lidar e controlar as suas emoções. Você também conhecerá a maneira específica que usamos para lidar com as emoções.

Você deve reconhecer suas emoções

Pessoalmente, não estou muito interessado nas minhas emoções. Eu os reprimo em público e não estou interessado nelas no meu tempo livre em casa. No entanto, quando estava pensando sobre aquelas muitas vezes que tinha falhado, eu percebi que eram as minhas emoções que poderiam estar por trás de tudo.

E o simples fato de reconhecer suas emoções é o primeiro passo para o sucesso. Se algo deu errado em sua negociação, pense nisso: Por que isso aconteceu? Foi realmente ignorância, ou foi raiva, agressão, medo ou nervosismo?

Você pode estar feliz com algum bom negócio que fez e pode acabar arriscando uma quantidade desnecessária de dinheiro no próximo negócio e querer empurrar o stoploss. Isso nunca deve acontecer, já que a negociação deve ser consistente. Portanto, é importante perceber por que você fez isso.

Diário – Registre suas emoções

Teve uma discussão com a família? Está com medo de participar de uma reunião de trabalho ou de falar com o seu supervisor? Você é agressivo ao dirigir ou ao negociar? Se sim, encontre uma maneira de registrar isso. Pessoalmente, eu comecei a escrever as minhas emoções num pequeno caderno, mas depois mudei para uma solução online para poder tomar notas a qualquer momento – afinal, tenho sempre o meu telefone comigo, por isso não posso registar as minhas experiências independentemente de onde esteja, por exemplo, “Fiquei zangado por causa de um carro dirigindo devagar””. Ou seja, posso registar tudo o que preciso.

Acredito que é importante registar estas emoções o mais rapidamente possível depois que aparecem, para que sejam expressas o mais fielmente possível.

Analiso estes registos à noite, algumas vezes apenas uma vez por semana, e depois escrevo um comentário – sobre o que devo fazer da próxima vez para que as minhas emoções não se apoderem de mim. Emoções são apenas emoções e é sempre melhor analisá-las em retrospectiva quando você está pensando de forma mais clara.

A sorte favorece os preparados

Você nunca poderá eliminar completamente suas emoções, mas você pode aprender a lidar com elas. Se você pode se preparar para algo, faça-o. O diário de emoções acima mencionado deve ajudar (seja um caderno ou um telefone).

Eu mesmo já tive medo de falar com os meus clientes em inglês. Eu falava a língua, mas havia uma voz na minha cabeça me dizendo: e se você não os entender? Então registrei esse medo. Durante minha primeira ligação, eu estava suando muito, mas à noite percebi que fiz tudo da maneira que eu queria. Então, escrevi que “o medo era desnecessário”, em negrito. Claro, eu ainda estava nervoso durante as ligações seguintes, mas sempre menos e menos. E agora? Não é nada além de uma memória. Ainda assim, tenho outras emoções que estou aprendendo a eliminar.

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • FinMax
    FinMax

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • Binomo
    Binomo

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Se você avaliar a situação, pode se preparar para ela e, da próxima vez, ela será melhor para você. Se não, grave tudo e avalie novamente.

Como lidar com um ataque de emoções agudas

Isto é algo que definitivamente aconteceu com todo mundo. Os ataques emocionais podem acontecer frequentemente, mas também podem ser muito raros. Às vezes você fracassará e precisará enfrentar isso. O que fazer nesta situação? Bem, cada situação é diferente.

Eu mesmo já passei por esses ataques durante o teste da carteira de motorista, provas de graduação, exames universitários, vários testes, entrevistas de emprego, conversas em inglês, apresentações, conversas desagradáveis e muito mais. O que mais me ajudou nessas situações foi simplesmente usar a calma.

Então, do que se trata? É sobre a vida? O mundo vai parar se eu não conseguir? Não, não vai parar, e você vai ficar triste, mas vai ter outra oportunidade, sem mencionar que há coisas que são muito mais importantes na vida, como saúde, família, e assim por diante. Claro, às vezes as pessoas podem enfrentar um momento realmente difícil por causa de algum problema de saúde na família, e nesses casos, só o tempo pode ajudar, mas quando se trata de uma entrevista com seu chefe ou uma reunião com um cliente, por que ficar nervoso? Não há razão para isso, tudo o que você pode fazer é se preparar e ver como a situação se desenrola. Você estará pronto, e não há muito mais que você possa fazer.

Emoções e negociação

Acima, nós aplicamos as emoções da vida cotidiana, mas é o mesmo com as negociações. Registe as suas emoções e aprenda com elas. Se você sabe que algo no futuro próximo irá torná-lo emocionalmente instável (e você não precisa negociar), eu consideraria não negociar naquele dia. Você não estará totalmente preparado!

Pessoalmente, eu não sou psicólogo e eu não sou um fã de conselhos psicológicos semelhantes, mas espero que as dicas acima o ajudem. Elas me ajudaram e meu diário emocional é o meu grande assistente de vida. Se você tiver alguma dúvida ou dicas sobre como combater as emoções, por favor escreva nos comentários.

Autor

Mais sobre J. Pro

Ao contrário do Stephen (o outro autor), ultimamente eu tenho pensado principalmente nos negócios online. Eu não tinha muito sucesso com dropshipping na Amazon e outras formas de ganhar dinheiro online, e só ganhava algumas centenas de dólares por ano. Mas então, as opções binárias chamaram minha atenção pela sua simplicidade. Agora fico feliz com isso, porque realmente vale a pena. Mais postagens

Como lidar com emoções perturbadoras

Somos seres emocionais, que precisam diariamente lidar com suas emoções. Nossas emoções são criadas por nós, mas muitas vezes são tão poderosas que dominam seu criador. A raiva, a tristeza, a mágoa e outras emoções perturbadoras são difíceis de lidar e podem trazer muitos problemas. Essas emoções são, inclusive, consideradas inapropriadas em nossa sociedade e isso pode gerar mais problemas. Neste texto quero ajudar você a lidar com essas emoções e ensinar uma estratégia para lidar melhor com elas.

Emoções perturbadoras

Creio que é importante definir o que é uma emoção perturbadora. São todas as emoções que perturbam nossa mente ou coração no momento em que surgem. Essas emoções são angustiantes e nos trazem sensações negativas, e dessa forma tentamos evitar tais emoções.

Efeito bola submersa na água

Tentamos de várias formas nos distanciar dessas emoções. Podemos usar diversas estratégias, como negação, quando a pessoa sente raiva, por exemplo, mas diz que não tem essa emoção. Racionalização, que é quando a pessoa coloca uma explicação lógica para ficar irritada ou triste, mas sem deixar essa emoção transparecer. Projeção, quando a pessoa muda o alvo de sua raiva. O sujeito que é xingado pelo chefe e desconta no filho.

São diversas as formas de não tomar contato com esses sentimentos. O problema é que isso pode gerar um efeito bola submersa na água. Quando tentamos submergir uma bola em uma piscina, por exemplo, fazemos força para que essa bola não suba para a superfície. Se a soltamos, dependendo de quão fundo ela está, a força com que ela sobe será maior. Imagine se tivermos várias dessas bolas submersas. Quando estivermos sensibilizados, elas poderão subir com muita força e provocar em nós reações emocionais desproporcionais às situações.

Por isso que vemos pessoas explodindo de raiva em situações pequenas ou ficando extremamente tristes com pequenos acontecimentos. São as emoções que estavam há muito tempo enjauladas e que agora saem do fundo de nosso mundo interno para apresentarem sua demanda.

Como lidar com as emoções

Não prenda sua emoção, aceite e abrace-a, inclusive as emoções perturbadoras que sente. Quando sentimos raiva, não devemos negar ou excluir nossa raiva. Ela é uma emoção protetiva, que serve para protestar quando um direito nosso não está sendo atendido. Muitas vezes essa raiva acaba sendo mal dirigida, mas somente quando é negligenciada.

Podemos aprender a pacificar nossa raiva, mas somente se tivermos consciência de sua existência e do por que esse sentimento está presente em nosso interior. A emoção perturbadora só irá gerar problemas se for ignorada, pois somente assim seguiremos essa emoção sem nos dar conta.

Quando ignoramos nossas emoções, deixamos de observar de onde se originam e acabamos fortalecendo-as. Isso porque se a emoção gera uma força para emergir, fazemos uma força igual para mantê-la submersa. Ao desviarmos nosso foco ou nos fragilizarmos, deixamos de fazer essa força contrária e a emoção perturbadora aparece de maneira mais potente.

Por essa razão devemos conhecer nossas emoções, ser sinceros e quando sentirmos tristeza, raiva, mágoa, rancor, culpa e tantas outras emoções, entendermos de onde elas brotaram. Empenhar nossa energia para compreender essas emoções é aumentar o conhecimento de si mesmo e assim não se tornar mais refém de nossas emoções.

Podemos tornar essas emoções perturbadoras favoráveis, pois se elas existem são para nos ajudar e não para nos fazer sofrer.

Lidar com as emoções

Compaixão e sensibilidade para se colocar no lugar do outro são fundamentais

05 de abril de 2020 | 05h00

Crianças e adolescentes estão confinados há duas semanas. Sem colegas, sem poder brincar em outros locais, sem a possibilidade de sair com amigos para festas, viajar, eles estão, agora, mais do que confinados: estão isolados de seus relacionamentos regulares.

No início, com o fechamento das escolas, parte das crianças e adolescentes comemorou. Difícil para eles não identificar esse período com férias. Nos primeiros dias, muitas famílias entraram quase que em estado de hiperatividade com as crianças. Foi um tal de inventar brincadeiras, procurar dicas na internet e trocar experiências com outras famílias que só vendo, o que tornou os dias bem ocupados para todos. A maioria das crianças respondeu positivamente, e o fato animou as famílias.

Mas os dias foram passando: uma semana, duas, trancados em casa, e o que parecia estar funcionando até então deixa de ter tanta eficácia. Hoje, é mais frequente ver crianças cansadas, irritadas e entediadas com tantas brincadeiras e pais sem criatividade para buscar estratégias diferentes e já com pouca paciência. Foi só então que se tornaram evidentes as emoções que crianças e adultos estão experimentando. Medo, ansiedade, angústia e, principalmente, insegurança e tensão. Talvez esse tenha sido o motivo principal de tentar ocupar corpo e mente de todos: evitar o enfrentamento de nossos sentimentos. Bem, agora precisamos lidar com tudo isso da melhor forma.

Com crianças menores, não adianta muito tecer esclarecimentos racionais para tentar convencê-los a se aquietarem. Funciona bem mais buscar o plano simbólico, bem trabalhado nos contos de fadas. Ao ouvir essas histórias, a criança se defronta com mundos imaginários repletos de problemas e conflitos e, ao mesmo tempo, vislumbra diferentes soluções encontradas pelos personagens. Desse modo, ela pode aquietar algumas de suas emoções.

Deixar as crianças um pouco sozinhas ajuda muito. Afinal, muitas delas podem estar exaustas com tantas atividades, mesmo sem saber disso. Claro que, inicialmente, elas podem reclamar, mas, aos poucos e com o acolhimento amoroso e a colaboração dos pais, podem vir a conseguir estar com elas mesmas por alguns períodos do dia, mesmo que curtos. Para preparar as crianças para esses períodos de maior tranquilidade, meditação e ioga ajudam bastante. Na internet há orientações para conduzir as crianças nessas práticas. Você encontra boas dicas em infanciazen.com.br/videos.

E os adolescentes, como estão nesse período de isolamento? Precisamos entender que essa situação os colocou de volta ao passado. O que significa estar sob a responsabilidade dos pais 24 horas. Não é à toa que os comportamentos deles reflitam o descontentamento de serem obrigados a viver nessa situação. E como eles são diferentes entre si e diferentes deles mesmos a cada dia, as reações são variáveis. Alguns se isolaram no quarto ou na internet para se afastar da família, outros entristeceram fortemente, outros insistem que irão sair de qualquer maneira, e outros, ainda, buscam aqueles idiotas desafios na internet. E é bom que pais saibam que já existem desafios perigosos rolando por aí.

Para ajudar o jovem nesse momento, podemos, por exemplo, procurar maneiras que permitam que ele se sinta útil à sociedade. Uma rápida busca na internet permite encontrar as mais diversas campanhas que precisam de voluntários virtuais. Que tal essa dica? Ajuda, inclusive, o jovem a se perceber como participante de uma sociedade.

Não está fácil para nós, adultos, lidar com nossas questões e as deles também. Por isso, amorosidade, generosidade, compaixão e sensibilidade para se colocar no lugar do outro são fundamentais. Vamos com coragem e firmeza, minha gente! E sem culpas, por favor. É a primeira vez de todo mundo, afinal.

Os melhores corretores de opcoes binarias 2020:
  • FinMax
    FinMax

    O melhor corretor!
    Conta demo gratuita e treinamento para iniciantes!
    Inscreva-se bonus!

  • Binomo
    Binomo

    Corretor de opcoes binarias confiavel! Boa resposta!

Quanto você pode ganhar em opções binárias?
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: